top of page
Buscar

Mundo microscópico - Sistema Dérmico das Plantas

Neste post, destaco de uma maneira bem resumida a sequência de quatro aulas baseadas no método do ensino por investigação.


Primeiramente, realizamos duas aulas prática.

No início das sequencias das aulas lançamos uma "Questão-problema" para os alunos. Eles dividem-se em grupos e elaboram uma hipótese. Logo após, os grupos escrevem a hipótese na lousa, e consequentemente, partimos para a parte prática da aula.

Nós professores, selecionamos materiais que auxiliem a solucionar a questão-problema. Assim, foram selecionadas as espécies vegetais: Tradescantia (A), Allium cepa - cebola (B), Elodea (C) e gramínea (D). Os alunos processaram os materiais e observaram no microscópio óptico.

Destaco que, os alunos já tinham sido treinados anteriormente e sabiam usar corretamente as técnicas de secções à mão livre de material vegetal.


Sistema Dérmico Vegetal - Tradescantia (A), cebola (B), Elodea (C) e gramínea (D). / Dermal Tissue System. Students processed the materials and observed under the optical microscope: Tradescantia (A), onion (B), Elodea (C) and grass (D).

Roteiro de aula prática

- Após fazer secções paradérmicas das diferentes espécies vegetais, observe atentamente ao microscópio óptico.


- Para caracterizar esse tecido, preste atenção nas sentenças a seguir:

1 – A morfologia das células que o compõem: São isodiamétricas? Redondas? Mais altas do que largas? Formato irregular?

2 – A presença e localização dos cloroplastos

3 – É possível identificar vacúolos?

4 – Quantas camadas compõem este tecido? Uma ou várias?

5 – Como é a parede celular?


Logo após, seguimos para mais duas aulas teóricas com a apresentação e discussão do tema:

Breve resumo, para a resolução das questões apresentadas.


Caracterização do Sistema Dérmico

- Células vivas na maturidade, vacuoladas, podem conter inúmeras substâncias;

- Paredes justapostas, sem espaços intercelulares;

- Parede externa espessada com cutina;

- Cutícula e cera epicuticular externamente;

- Células comuns sem cloroplastos (exceto em órgãos aéreos de plantas aquáticas ou terrestres de ambientes sombreados);

- Vários tipos celulares;

- Recobre todo o corpo da planta.


Livro Anatomia Vegetal, Appezzato-da-Gloria e Carmello-Guerreiro (2006)


Em seguida, os alunos revisam as afirmações e voltam à Questão-problema e a hipótese original da aula prática, e assim discutimos e fechamos o conteúdo.


89 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page